Como obter sucesso com a melhor tributação para seu negócio

  • Fênix consultoria

Obter sucesso com a melhor tributação para o seu negócio é um assunto que ainda se pauta em muitas dúvidas e questionamentos, especialmente quando falamos especificamente do ramo de cervejarias. Afinal, esse é um mercado relativamente novo e um negócio que, ao ser aberto, nem sempre o empreendedor se preocupa com as questões legais e como elas impactam no fim do mês para que as contas fechem.
No texto de hoje, vamos trazer um panorama geral sobre as cervejarias, explicando um pouco da importância da tributação adequada para esse ramo e explicando as vantagens em ter um planejamento adequado e pensado exclusivamente para o seu negócio. Veja abaixo!

Qual a melhor tributação para seu negócio de cervejarias?

Essa é a primeira dúvida que muitos empreendedores do ramo de cervejarias encontram ao abrir o seu negócio. Afinal, pouco se fala sobre como a tributação impacta na empresa, especificamente quando falamos de cervejarias que têm algumas características especiais, como:

  • Cervejarias costumam começar como negócio pequenos. Mas isso não muda o fato de que ainda são considerados negócios do ramo industrial, afinal, fabricam um produto, mesmo que artesanal. Por isso, há uma série de impostos e tributos que vão ser cobrados para que o negócio funcione, porém, como ele ainda é pequeno, tudo deve ser pensado com cautela para que esse pagamento não seja responsável por sua falência.
  • As cervejarias, apesar de começar pequenas, podem crescer rapidamente. E aí, as autorizações mudam e precisam ser atualizadas para evitar multas, que podem ser altas.

Dito tudo isso, entramos na questão da tributação. Ela é responsável por definir como pagamos os impostos como empresa - como explicamos em alguns textos no blog. Isso significa que escolher o melhor regime tributário para sua cervejaria vai fazer com que você pague o valor justo e exato de impostos que deve pagar. Ao errar nessa escolha, é possível pagar mais para os fiscos de maneira desnecessária.

Quais os riscos de escolher errado o Regime Tributário?

Como empresários recentes, é comum que se saiba pouco sobre a importância da escolha do Regime Tributário. Abaixo, separamos os principais riscos para as cervejarias que abrem seus negócios sem se preocupar com a parte contábil. Veja quais são:

1- Pagar mais: O primeiro risco já foi dito anteriormente, mas é sempre importante relembrar que, ao escolher um regime tributário errado, você pagará mais impostos aos fiscos - impostos esses que poderiam ser evitados. Por esse motivo, é comum que cervejarias paguem mais aos fiscos e nem ao menos se deem conta disso. Como esse é um ramo industrial, porém, com suas particularidades, é importante que a escolha seja individualizada para cada empresa e jamais seguindo um manual pré-concebido.

2- Receber multas: Com um regime tributário indevido, você pode receber multas altas por deixar de pagar algum tributo ou até por realizar cálculos que não condizem com a realidade. É sempre importante que o contador tenha o cuidado para que sua empresa esteja dentro da lei.

O Simples Nacional para cervejarias

É interessante citarmos que, em outubro de 2016, uma lei complementar de número 155 foi sancionada e previu a inclusão de micro e pequenas cervejarias no Simples Nacional, um dos regimes tributários que mais se encaixam em negócios desse porte.
As vantagens da inclusão das cervejarias no simples são inúmeras, como a desburocratização da venda direta, ou seja, a partir de 2018 passou a ser permitido que as cervejarias vendam diretamente para o consumidor final, sem a necessidade de um intermediário - algo assim é importante para negócios pequenos, que costumam lucrar exatamente com as pessoas que consomem o produto diretamente da fonte. Mas quais cervejarias podem se enquadrar no Simples Nacional? Separamos os critérios:

  • Cervejarias que possuem um faturamento bruto de até R$4,8 milhões por ano. Ou seja, a cervejaria deve ser enquadrada como Pequena Empresa.
  • Outra mudança é no lucro. Pode ser enquadrada no Simples Nacional empresas que lucram até R$900,00 por ano.
    Também há algo que não podemos deixar de citar: para as cervejarias que venderem diretamente para o consumidor ou em eventos, não haverá a cobrança do ICMS, um imposto que pode afetar muito os lucros de um negócio que está em desenvolvimento.

Veja como essas informações impactam diretamente na escolha do Regime Tributário da empresa. Em alguns casos, como os que citamos acima, o Simples Nacional é o regime mais vantajoso porque exclui um imposto importante da lista dos pagamentos da empresa. Por isso, é essencial contratar um contador para que ele te ajude a entender todos esses detalhes e para que ele faça uma revisão do seu regime tributário com o intuito de garantir que ele seja o mais adequado para o seu negócio em si. Afinal, cada empresa é diferente e precisa de ajuda individualizada.

Conclusões

Com a economia que a melhor tributação pode trazer para o seu negócio, fica fácil entender como isso impacta diretamente no sucesso da sua empresa. Nossa dica final é que você procure um contador que seja especializado no ramo de cervejarias, porque ele poderá entender todos os problemas que o negócio enfrenta ou virá a enfrentar - nós da Fênix Contabilidade temos anos de experiência com cervejarias e podemos te ajudar a encontrar soluções simples e rápidas para as questões contábeis do seu negócio. Entre em contato conosco para ter mais informações e marcar uma reunião presencial ou online.

Gostou das dicas de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos!

 

 

Comentários
Envie um comentário