Como tomar decisões difíceis em tempos incertos?

  • 20 dias
  • Fênix consultoria

Tomar decisões difíceis em tempos incertos se tornou um assunto recorrente nos últimos meses, devido à pandemia do coronavírus. Mesmo com muitas informações sobre o assunto, boa parte dos empresários se viram em uma situação complicada com a crise atual e hoje em dia pensar em um próximo cenário como esse se tornou essencial para a saúde de uma empresa. No texto de hoje, separamos algumas dicas de como tomar as decisões difíceis em tempos tão incertos como o que vivemos agora - e nos tempos incertos que podemos viver novamente um dia. Veja abaixo quais são!

Veja algumas dicas de como tomar decisões difíceis em tempos incertos!

Se a crise do coronavírus vem abalando a sua empresa a ponto de ser impossível saber como tomar decisões difíceis, talvez seja o momento de refletir um pouco melhor sobre as possibilidades de aprimoramento da sua gestão. Veja abaixo as dicas que separamos e que podem ajudar muito a lidar com tempos incertos - como essa crise que vivemos agora e 

1- Tire um tempo para pensar

A primeira dica parece bastante simples, mas ela pode ser extremamente útil no que diz respeito à gestão de uma empresa. Quando você não souber o que fazer, tire um tempo para si mesmo e reflita. 

Segundo especialistas, o cérebro humano funciona muito melhor quando há uma pausa entre um pensamento e outro. Portanto, se algo está fora de controle, a primeira dica é: pare e pense com muita calma para garantir que sua mente esteja em ordem para tomar as melhores decisões. Algumas vantagens de conseguir parar para refletir:

 

  • O seu cérebro consegue, por algum tempo, sair da situação de estresse e ver o cenário de maneira mais ampla. Isso significa que as respostas serão mais precisas e muito mais claras do que o que geralmente acontece quando estamos muito próximos do problema. Visão ampla é tudo que você precisa na sua empresa em momentos de crise e, se não há um consultor para te ajudar nesse processo, seu afastamento será fundamental. 

 

  • O excesso de estresse não vai te ajudar, pelo contrário. Com a cabeça cheia de problemas,dificilmente você conseguirá resolver as pendências de maneira correta. Mais uma vez, o tempo para análise será a melhor solução, mesmo que ele pareça contra intuitivo nesse momento. Por mais que sua equipe precise muito de você, é necessário garantir que suas atitudes serão as melhores possíveis.

 

2- Una a sua equipe

 

Sozinho, dificilmente vai ser fácil sair de uma crise. Pense da seguinte maneira: sua equipe conhece o seu negócio tão bem quanto você e sabe o que pode ser feito para garantir que boas decisões sejam tomadas. 

Em momentos de crise, porém, a equipe pode ficar desestimulada, com medo do que está por vir e, por isso, ficar menos participativa, menos ativa e menos encorajada a encontrar soluções. 

Como líder, é fundamental que o gestor una a equipe e explique que a crise vai passar e ser apenas mais um capítulo para a empresa, que irá sair dessa mais forte do que nunca. Essa motivação irá fazer com que os funcionários passem a encontrar saídas inteligentes e possam unir forças como um time. 

Saiba que tentar sair sozinho de uma crise nunca vai ser uma boa ideia e que é extremamente necessário procurar a equipe - tanto para que ela se sinta mais segura e preparada, quanto para que você mesmo consiga enxergar soluções que estavam diantes dos seus olhos e que você não via. Todo mundo sai ganhando!

 

3- Estabeleça prioridades

 

Quando uma crise chega, é essencial começar a pensar em estabelecer prioridades, tanto em relação aos gastos quanto em relação aos investimentos. Afinal, o que mais importa para você e para sua empresa? 

Pense da seguinte maneira:

 

  • Você possui uma equipe que realmente está alinhada com o seu propósito? Quais são os funcionários fundamentais que não podem ser demitidos de maneira alguma, mesmo que ganhem um pouco mais do que os outros? Quais são os esforços para mantê-los sempre ajudando a empresa a crescer? Essa é uma prioridade que deve estar na sua lista, porque ela impacta diretamente no seu crescimento. Muitas vezes, reduzir outros gastos supérfluos é muito mais vantajoso do que reduzir uma boa equipe e desestabilizá-la, por exemplo. 

 

  • É possível ter uma conversa honesta com os seus fornecedores? Será que eles podem aumentar o prazo para pagamento ou será que pagar à vista se tornará mais vantajoso a longo prazo? 

 

  • Mais uma vez, é interessante reunir a equipe para que a decisão a respeito dessas prioridades passe pela avaliação deles, mesmo que a resposta final continue sendo sua. 

 

4- Encontre boas lideranças na sua equipe

 

Lembra dos profissionais essenciais que falamos logo acima e do quanto eles são importantes, mesmo que custem mais? Esses profissionais podem ser boas lideranças que irão deixar o time motivado e pronto para agir. Em tempos incertos, ter líderes de excelência será garantia de que a equipe continuará trabalhando a todo vapor, sem medo do que está por vir. Com uma equipe motivada e feliz, sua empresa consegue passar pela crise sem problemas tão grandes. 

 

Gostou das dicas de hoje? Compartilhe o texto nas redes sociais com seus amigos e familiares. Até a próxima!

Comentários
Envie um comentário