Músico: você conhece todas as fontes de receita que sua música pode gerar?

  • 345dia(s)
  • Fênix consultoria

Viver de música é uma realidade que abrange dois princípios verdadeiros e tenho certeza que para quem é dessa área, vai concordar comigo, é possível viver de música, mas também, não é fácil viver de música. A mu?sica talvez seja a expressa?o arti?stica mais presente no cotidiano das pessoas, pois abrange todas as classes sociais, de qualquer lugar e todas as faixas etárias.

A indústria da mu?sica esta? repleta de profissionais. Sa?o autores, artistas, te?cnicos, produtores, empresa?rios, profissionais autônomos e os vei?culos de comunicac?a?o. além disso, existem empresas que fornecem produtos e servic?os, o?rga?os e entidades que regulam e fiscalizam o setor. Diante desse cenário, vem a pergunta: Quais são as fontes de receita que a música pode gerar, para que os profissionais dessa área consigam se manter e sobreviver ? Bom, vamos te passar algumas possibilidades para você ficar atento e não perder dinheiro. São elas: Venda de produtos: Você pode ter outra fonte de renda, com a venda de produtos, além da sua composição dos cds e discos, pode também variar sua renda com: confecção de pôsteres, camisetas, bonés, canecas, mas não esqueça de anotar tudo o que vende, por dois motivos: primeiro para ter sempre estoque, segundo para saber o quanto você está arrecadando e se vale a pena continuar com essas vendas. Licenciamento da música: Sempre que uma música sua for usada, todos os autores e a gravadora todos têm direito a receber.

E tem mais: os donos dos direitos autorais da música têm o direito de estipular o quanto querem receber pelo uso e podem negar que sua música seja utilizada, caso não concorde com o cenário que sua composição irá participar Monetização de vídeos em YouTube, Facebook, Instagram: sempre que sua música aparecer em qualquer plataforma como YouTube, Facebook e Instagram, você tem direito a receber pelo uso da sua música, portanto, fique esperto, se escutar sua música por aí, confira se foi tudo feito dentro da legalidade. Download: Sim, você tem direito a receber a cada vez que vende um download de sua música (no iTunes, na Amazon, spotify).

Streaming das suas gravações: Este royalty também conhecido como: “streaming license fee”, ou “taxa de licenciamento para streaming”, te dá o direito a esse dinheiro sempre que suas gravações são tocadas em plataformas como Spotify, Apple Music ou Deezer. Essas são só algumas possibilidades de renda extra, além da música para você, ainda existem outras formas, mas independente de como for, sempre tenha um planejamento e um controle de suas atividades, para que você não perca dinheiro e não seja pego de surpresa, por ouvir suas composições em lugares indesejados.

Se ficou com alguma dúvida, entre em contato com nossa equipe, que auxiliamos no que for preciso.

Comentários
Envie um comentário